sábado, 3 de maio de 2014

Veja como é a Trilha Ecológica do Restaurante Penhasco em Chapada dos Guimarães




Trilha Ecológica do Restaurante Penhasco, são 1770 Metros (o caminho mais curto) e 2000 metros o caminho mais longo, pois o mais comprido, passa-se também por dentro da mata em uma pequena trilha.

 Para quem vai pelo mais curto, basta seguir os degraus de madeira que vai direto para o deck oficial da trilha (fig09 e 10). Caso escolha o caminho mais longo, irá para a segundo deck primeiro (fig06 e 07) e depois deve-se subir mais alguns degraus e ir para o deck oficial (fig09 e 10).

Ao todo como mostra a placa, são 1036 degraus, muito bom a caminhada para contemplação, a média do trajeto foi de uma hora e meia (1:30), mas vale a pena pois ao chegar nos decks você tem uma visão muito bonita e panorâmica.

Endereço: Av Penhasco (a entrada fica no próprio Restaurante Penhasco)

Distância entre o centro da Chapada ao Restaurante 3 km
Valor da Entrada: R$ 5,00 por pessoa

Horario de visita: Todos os dias, das 08:00 às 15:00

Trajeto: Carro ou bike (na entrada da trilha o percuso é a pé).
FONTE: Portal Chapadamt.com

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Antiga Usina Itaicy em Santo Antônio de Leverger



FOTOS: Maricelle Lima Vieira


Imóvel tombado como patrimônio estadual, a Usina Itaicy, localizada a aproximadamente 40 quilômetros de Santo Antônio do Leverger (rio Cuiabá abaixo), é um dos 40 Pontos de Cultura existentes em Mato Grosso.

Trata-se da maior, mais industrializada e mais importante de todas as usinas – de um complexo de 13 que foram construídas e movimentavam a economia de Mato Grosso – no final do século XIX até meados da década de 1950.

Histórico
Itaicy era propriedade de uma figura lendária da história mato-grossense, Antônio Paes de Barros, ou melhor, Totó Paes de Barros, que foi presidente do Estado. A usina começou a ser erguida em 11 de junho de 1896 e terminou 14 meses depois. Estima-se que cerca de 1.000 operários participaram da construção. A inauguração aconteceu em 1º de setembro de 1897.

As máquinas e equipamentos dessa usina de cana foram importados da Europa e chegou ao local por transporte fluvial. O período de esplendor da usina aconteceu entre 1900 e 1920. Foi o primeiro lugar de Mato Grosso a ter energia elétrica e era a quarta maior usina do País. Os equipamentos instalados em Itaicy permitiram que Totó Paes passasse à história como o precursor da industrialização em Mato Grosso. Observa-se a sofisticação e investimentos feitos em uma estrutura audaciosa para aqueles tempos.

A usina de Itaicy foi tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual em 1984. Em 1957 Itaicy parou de produzir, entretanto sua decadência começou por volta da década de 30. De lá para cá ficou abandonada, porém nunca esquecida por conta da sua imponência e pela constante associação de Itaicy com Totó Paes de Barros, um dos personagens mais controvertidos da história de Mato Grosso.

Fonte: ARIANE LAURA

Assessoria/SEC-MT

Quer ganhar um livro interessante para a sua vida pessoal?


Neste mês de maio o blog “O Tangaraense News” sorteará entre seus webleitores o livro impresso “INVESTIMENTOS INTELIGENTES de Gustavo Cerbasi. Um trabalho literário para quem deseja conquistar e multiplicar o seu PRIMEIRO MILHÃO.

Para concorrer a essa obra, entre agora no blog  - http://otangaraense.blogspot.com.br/ e inscreva grátis o seu e-mail pessoal no espaço apropriado no canto direito superior da página.

SORTEIO – Dia 1º de junho de 2014.

Boa sorte.

Dorjival Silva.
Diretor do Blog

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Conheça o Museu Rondon em Cuiabá


Museu Rondon foi criado em 1972 para ser um centro de indigenismo, pesquisa e divulgação das culturas indígenas em Mato Grosso. Seu acervo atual ultrapassa mil peças, incluindo adornos plumários, indumentárias, armas, artefatos de ritual mágico, cerâmicas, instrumentos musicais, tecelagem, trançados, utensílios, etc, além do material fotográfico retratando o cotidiano das aldeias. Seu nome é um tributo ao matogrossense marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, pela sua determinação na defesa dos direitos indígenas.
Foi a proximidade com os índios que levou à formação do acervo de peças de uso tradicional, coletadas diretamente nas aldeias. No seu interior, o Museu Rondon buscou colocar o visitante em contato com o ambiente mais íntimo da casa indígena, retratando-a na singela distribuição dos objetos: as redes, a terra batida, a lenha, o fogo. Ao lado do prédio do Museu, no Parque Aquático, em meio aos coqueiros e à sombra das árvores do cerrado, foi construída uma casa indígena no modelo ovalado xinguano, que exigiu dos índios Bakairi a recuperação da sua própria memória. Com uma média anual de mais de 6 mil visitantes, recebe principalmente estudantes da rede de ensino de 1º e 2º graus.

Endereço: Av. Fernando Corrêa da Costa, s/nº, Coxipó, tel: (65) 3615-8489. Ter. a sex., das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30; sáb. e dom., das 7h30 às 11h30. Entrada gratuita. Fonte Portal Mato Grosso Brasil

Conheça o Museu Histórico de Mato Grosso em Cuiabá


Museu Histórico de Mato Grosso, criado em 20 de agosto de 1987, instalado originalmente no antigo prédio do Palácio da Instrução. Muitas obras são provenientes de doações, principalmente os retratos e as esculturas de Marechal Rondon.
"O objetivo do acervo é mostrar a cultura, tentar transmitir um pouco da história de Mato Grosso à população, que, infelizmente, não procura se inteirar dos detalhes da nossa cultura', diz a monitora. A instituição é procurada mais pelos turistas que vem para Cuiabá.
Cada uma das salas conta um pouco da história do Estado. O período do combate contra os paraguaios e da chegada de Rodrigo Cezar de Manezes em Cuiabá, para citar um exemplo, está representado na primeira sala, com quadros, pinturas e maquetes. A história da primeira capital mato-grossense, Vila Bela da Santíssima Trindade, e os fatos políticos e sociais de então são retratados em pinturas e esculturas nas paredes.
O museu conta ainda com obras sobre a Batalha Fluvial do Alegre, a inauguração da Praça Alencastro e outros fatos que resumem a história do estado de Mato Grosso. O acervo está aberto à visitação de segunda a sexta-feira da 8h às 17h. A entrada é gratuita.

Endereço: Praça da República, 131 Centro - Cuiabá. Informações (65) 3613-9234 - Fonte: Portal Mato Grosso Brasil.

Curiosidades sobre o Centro Geodésico da América do Sul em Cuiabá


Centro Geodésico da América do Sul, nas coordenadas 15°35'56",80 de latitude sul e 56°06'05",55 de longitude oeste. Situado na atual praça Pascoal Moreira.
Demarcado pela Comissão Rondon , em 1909 , o centro geodésico da América do Sul fica no antigo campo do Ourique - hoje a praça Moreira Cabral, onde também fica a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.
Para marcar o local foi construído no ano de 1909 um marco simbólico de alvenaria pelo artesão Júlio Caetano onde foi gravado as coordenadas geográficas do local.
Mais tarde foi erguido por sobre o marco original um obelisco de aproximadamente 20 metros de altura todo revestido em mármore branco. Este obelisco foi eregido de forma a preservar o marco original, o qual se encontra hoje protegido por vidros, sendo plenamente visível.

Endereço: Acesso pela Rua Barão de Melgaco, 640 Cuiabá - Fonte: Portal Mato Grosso Brasil.

Linda é a Caverna Aroe Jari em Chapada dos Guimarães


Aroe Jari é a maior caverna de arenito do Brasil, situada a 46 km da cidade de Chapada dos Guimarães (MT). Possui 1.550 m de extensão, é extremamente plana e apresenta inúmeras cachoeiras no interior. Próximo da entrada, existe uma nascente que formou a Lagoa Azul, piscina natural com água azul cristalina que se reflete nas paredes da gruta.

Ela é tão especial que o Dr. Leonardo Borghi Phd em geologia solicitou a inclusão “Proposta de Sítio Geológico do Brasil para Registro no Patrimônio Mundial” (WORLD HERITAGE COMMITEE –UNESCO)


Sua visitação só é possível com guias autorizados credenciados pela Embratur com a emissão de Voucher (passaporte) através da Eco Turismo Cultural, agência na praça Central de Chapada. FONTE: Mochilando sem Destino

Vamos conhecer a Cidade de Pedra em Chapada dos Guimarães


É um dos lugares mais fantásticos da Chapada dos Guimarães (MT)com paredões impressionantes com até 350 metros de desnível e uma paisagem inesquecível, com formações rochosas esculpidas pelo vento e pela chuva, lembrando ruínas de uma cidade, por isso ganhou o nome de cidade de pedras. Do alto vê-se bela paisagem, com os paredões habitados por aves como a arara vermelha e, em baixo, o vale onde nascem alguns dos córregos do parque, como o Mutuca e o rio Claro.FONTE: Mochilando sem destino

Caverna do Jabuti - A maior do Mato Grosso


A Caverna do Jabuti, localizada no município de Curvelândia (311 Km a Oeste de Cuiabá) é  considerada a maior caverna do Estado e uma das maiores do Brasil. A Caverna do Jabuti possui uma área de 250 hectares.

NO INTERIOR DO JABUTI

Chegando na trilha que dá acesso a essa grandiosa beleza, o cinza do asfalto dá lugar ao verde da vegetação e, ao poucos nos aproximamos da grande formação rochosa constituída de calcário, arenito e outros minerais que ao longo de milhares de anos deram espaço a uma imensidão que, apenas quem vê é capaz de definir tamanha beleza.

Adentrando aos salões, são reveladas as perfeições da ação da natureza, que parecem ter sido esculpidas a mão, resultado da água que atravessa a rocha e dissolve aos poucos o calcário.

Ao chegar no interior da caverna a gota se cristaliza formando as estalactites no teto e as estalagmites no chão, originando verdadeiras obras de arte.

As formações geológicas seduzem o olhar por causa da diversidade e complexidade das colunas e cortinas de calcário. A expectativa é grande pela abertura da Caverna para visitação, já que o local é um deleite para os amantes do turismo de cavernas, ou espeleoturismo, que consiste em explorar e conhecer o interior dessas fantásticas formações. Mas é uma ótima opção também para leigos no assunto.

O fundamental e necessário é respeitar e conhecer os segredos das cavernas e os próprios limites, e claro, aproveitar os momentos de emoção, viver os instantes onde o tempo parece estar congelado, contemplando a ação da "Mãe Natureza".

Depois que os técnicos do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) mapearam a Caverna do Jabuti, os salões e suas ‘esculturas’ naturais receberam nomes que os identificam, como por exemplo a estalagmite gigante que está no ‘salão do Pão de Açúcar’.

Outros salões existentes na caverna são: Nossa Casa, Cortinado, Claraboia (salão das colunas), Buracão, Vaca Seca, Templo da Expansão do Universo, Repolho, Altar do Sacrifício, da Cocada. Algumas formações geraram esculturas curiosas que também receberam nomes como o Porco e o Bacon.

Onde a luz da lanterna ilumina se descobre as belezas e as singularidades de cada espaço. São piscinas de traventino, estalactites, estalagmites, colunas, cortinas, geodos flores de aragonita, estalagmites gigantes que constituem as formações de cada salão. Um espetáculo! Quem vê, não esquece! FONTE: VIA MT

Mirante da Chapada - belo cartão postal de Mato Grosso

Um dos pontos turísticos mais visitados em Mato Grosso, o Mirante da Chapada é local de encantamento para todos os apreciadores de nossos cenários naturais. 

Encantadora Cachoeira do Rio e Aldeia Formoso em Tangará da Serra



Está situada 80 km da cidade em uma área indígena. Uma das mais belas cachoeiras do município de Tangará da Serra, a Cachoeira do Formoso está localizada em área indígena junto à Aldeia do Formoso. Para ir ao local é necessário de autorização. Além de visitar a aldeia, conhecer os costumes indígenas e comprar o artesanato local, você pode tomar um banho de cachoeira após fazer um emocionante rapel de 40 m. 

Conheça a famosa Pedra Solteira em Tangará da Serra

PEDRA SOLTEIRA
Divisora de município  de Tangará da Serra/Nova Olímpia, é patrimônio do município de Tangará da Serra MT.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Conheça as Águas Quentes ou Termais Primavera do Leste


Águas Quentes ou Termais Primavera do Leste-MT
Fica localizada no Município: Primavera do Leste - Mato Grosso
Saída de Primavera BR 070, estrada da Toca do Jacaré
(Distância Aproximadamente 18 km)


É indicado para quem deseja relaxar, e ter momentos memorável com a família e extremo lazer nas piscinas naturais aquecida naturalmente.

FONTE: http://scorpioncpsmt.blogspot.com.br/

Lagoa Azul - Ponto Turístico de Primavera do Leste




 Lagoa Azul:
Lagoa Encantada e Lagoa da Lua

Fica localizada na cidade: Primavera do Leste - Mato Grosso
Saída de Primavera até a Lagoa são mais 25 km
Saída de Cuiabá (Aproximadamente 285 km)


É indicado para quem admira as belezas naturais e tem vontade de experimentar o Mergulho.
FONTE: http://scorpioncpsmt.blogspot.com.br/

terça-feira, 29 de abril de 2014

Conheça os Pontos turísticos de Aripuanã










FONTE: Aripuanã - MT - https://www.facebook.com/groups/268787266528057/photos/

Recando do Trairão - ponto turístico de Brasnorte






Localizado a cerca de 18 km de Brasnorte, o Recanto do Trairão, às margens do Rio do Sangue, é um dos melhores pontos turísticos deste município situado na região noroeste do estado do Mato Grosso.

FONTE DAS IMAGENS: Facebook 

Salto Utiarati em Campo Novo dos Parecis

O Estado de Mato Grosso é conhecido mundialmente pelos seus belos pontos turísticos, veja que imagem linda. 

Salto Utiarati em Campo Novo dos Parecis. Foto: José Medeiros

Conheça a 'Cidade de Pedras' em Campo Novo do Parecis


Situada a 75 Km do centro de Campo Novo do Parecis, com belíssimas formações rochosas, é considerada a “terra dos Mortos” da nação Paresi, que acredita que as formações rochosas são os locais de descanso das almas de seu povo, portanto local sagrado para eles.
É excelente para o turismo étnico, ecológico para atividades de contemplação e trekking, é uma área de grande interesse cultural e religioso.
Por estar localizado em área indígena, as visitas são permitidas somente mediante autorização prévia e acompanhamento de guia local. FONTE: Portal da Prefeitura Municipal de Campo Novo do Parecis. 

Balneário Hawai em Campo Novo do Parecis




BALNEÁRIO HAWAI (53KM)
Localizado a 53km da área urbana, propriedade particular, com ampla área de camping e quiosque, às margens do Rio Verde.
Possui pequenas cascatas e cachoeira, águas cristalinas e com forte corredeira.
Por ser área particular é necessário autorização do proprietário para frequentar o local. FONTE: Portal da Prefeitura de Campo Novo do Parecis

Aldeia Quatro Cachoeiras em Campo Novo do Parecis




ALDEIA 4 CACHOEIRAS  (33KM)
Área indígena, habitada pelos índios Paresi, nas margens do Rio Verde, onde encontra-se o monumento símbolo da passagem da tocha dos Jogos Pan Americanos. Este totem representou o intercambio cultural e o respeito às culturas.
Local com potencial histórico, étnico, cultural e ecológico.
Por estar localizado em área indígena as visitas são permitidas somente mediante autorização prévia e acompanhamento de guia local. FONTE: Portal da Prefeitura de Campo Novo do Parecis

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Salto das Nuvens - Ponto turístico de Tangará da Serra


Cachoeira Salto das Nuvens, uma dos mais belos pontos turísticos do interior de Mato Grosso. Localiza-se a 30 km de Tangará da Serra, sentido Campo Novo do Parecis. 

Ponto turístico em Comodoro


Praça dos Pioneiros. Lugar lindo e agradável para se passear com a família.